Olhar estrangeiro: Portugal tem uma estrela emergente prestes a estourar

Vítor Hugo Alvarenga
Do Maisfutebol (Portugal)*

Veja Também

William Carvalho nasceu em Luanda, Angola, está com 22 anos de idade e preparado para conquistar o mundo. Ele é, sem dúvida, a próxima grande estrela de Portugal. A confiança que o técnico da seleção, Paulo Bento, deposita em seus 11 titulares pode adiar o aparecimento dessa estrela emergente, mas marque essas palavras: é só uma questão de tempo.


Há muito tempo que não observamos o florescimento de um talento como o dele em Portugal. Uma vez mais as antigas colônias portuguesas oferecem um fenômeno ao futebol português. Carvalho viajou para Portugal quando tinha apenas poucos anos de idade e agora o país está prestes a perdê-lo. Os principais clubes da Europa estão cercando o volante do Sporting.

Carvalho é de uma família angolana dedicada ao futebol. O seu avô, Praia, e seu tio, Afonso, jogaram no Progresso de Sambizanga. O seu pai também jogou futebol e é um torcedor do Sporting desde que era um garoto. Esse fato viria a ser um fator determinante para o futuro do melhor talento da família Carvalho.

Após a mudança para Portugal, o pequeno William começou a jogar nas ruas e depois começou no Recreios Desportivos de Algueirão, seu primeiro clube. O termo "pequeno" é figurativo. Ele não era nada pequeno e por isso mesmo se acostumou a jogar com garotos dois ou três anos mais velhos do que ele.

Em 2004, enquanto Portugal de Cristiano Ronaldo estava sediando a Eurocopa (perdendo a final para a Grécia), William Carvalho chegava ao União Sport Clube de Mira Sintra e era eleito o capitão do time, mesmo sendo o jogador mais jovem.

"Ele sempre foi um garoto bastante humilde e tranquilo, mas muito maduro. Em Mira Sintra, ele era dois anos mais novo do que os outros jogadores, mas foi eleito capitão e era um líder no vestiário, resolvendo as disputas entre os garotos de bairros rivais que regularmente entravam em brigas uns com os outros", lembrou Bruno Rodrigues, seu antigo técnico no time, em uma entrevista para a "Maisfutebol".

Nessa época, Carvalho jogava com a camisa 10, adorava Thierry Henry e, por isso, se transformou em um torcedor do Arsenal. Com o passar dos anos ele começou a jogar mais recuado no meio de campo e, hoje em dia, pode-se dizer que ele seja uma mistura de Yaya Touré com o clássico Patrick Vieira.

Com um enorme corpo físico (agora 1,87 m de altura e 86 kg) e grande qualidade no controle da bola, o adolescente rapidamente chamou a atenção dos grandes times da capital de Portugal e chegou até a recusar uma proposta do Benfica.

Tanto William quanto seu pai eram torcedores do Sporting. Quando o técnico das categorias de base do Benfica foi à sua casa, em 2005, para apresentar uma proposta de contrato, o garoto recusou. Uma grande surpresa, já que jogava no modesto Mira Sintra. Mas o seu time favorito estava por perto e ele aproveitou a oportunidade.

O mesmo time que descobriu Cristiano Ronaldo conseguiu convencer William Carvalho. Aurelio Pereira, uma lenda do departamento juvenil do Sporting, conversou com o garoto e perguntou a ele: "Qual o jogador do Sporting que você mais gosta?" "Nani", ele respondeu. Uma hora depois Nani ligou para William Carvalho, sem saber quem era o garoto, e o aconselhou a assinar o contrato com o Sporting. Foi exatamente o que o garoto fez. O clube gastou 12.500 euros pelo garoto de 14 anos.

Em 2007 o volante fez sua estreia pela seleção de Portugal sub-16. Ele avançou nas categorias juvenis do Sporting e apareceu pela primeira vez no time principal em abril de 2011. José Couceiro deu alguns minutos ao garoto de 18 anos no jogo contra o Vitória de Guimarães. Mas em sua caminhada ele encontrou alguns obstáculos.

Na temporada seguinte o Sporting resolveu emprestar Carvalho. Ele foi para o Fátima, jogou na segunda divisão e não chamou muita atenção. Ainda assim, o talento estava lá, e um telefonema do Brugge (um time belga que tem uma ligação com o Sporting) mudou o seu futuro. Jogando na primeira divisão belga, a Jupiler League, Carvalho evoluiu como jogador e passou a ser um perfeito volante com a camisa 6. Antes disso, ele jogava como um meia-armador ou como um meia de ligação mas, como todos logo viram, este era o seu destino.

Quando retornou ao Sporting, William Carvalho já era um homem. O seu nome nunca foi esquecido em Angola e a federação do país tentou modificar o seu caminho. Essa é uma luta sem fim entre as antigas colônias e Portugal. Jogadores que nascem em Luanda, Bissau ou Praia terminam aparecendo em Lisboa ou no Porto e normalmente preferem representar a seleção de Portugal. Angola chamou o jogador, mas ele recusou a oferta. Nesta época ele era um jogador sub-20 de Portugal e o melhor ainda estava por vir.

Para a temporada 2013-14 o novo técnico do Sporting, Leonardo Jardim, decidiu incorporar o volante no elenco do Sporting e ele apareceu no time principal. Seguro, inteligente sem a bola, capaz de dar cobertura à sua defesa sem provocar muitas faltas e, o que é mais impressionante, raramente perde a posse de bola.

Carvalho agora é um jogador versátil, com apenas 22 anos de idade. Em alguns meses ele convenceu toda a crítica e até os torcedores fanáticos dos times rivais. Ninguém duvida do talento de William Carvalho. Paulo Bento, contudo, foi cauteloso ao convocar o volante para a seleção nacional. Cauteloso em excesso, de acordo com a opinião geral.

A primeira convocação aconteceu em novembro de 2013, para a partida da repescagem contra a Suécia. Carvalho fez sua estreia e demonstrou que está preparado para a Copa do Mundo. Miguel Veloso é o volante titular de Portugal e Bento é conhecido por não mudar facilmente de opinião. De qualquer modo, com um talento como esse em suas mãos, o técnico deverá ter uma dor de cabeça das boas para o Brasil.

Carvalho oferece alternativas ao esquema de Portugal. Nos jogos mais difíceis Bento pode abandonar o seu esquema padrão 4-3-3 e adotar o mais conservador 4-4-2, sacrificando um dos pontas para poder jogar com Carvalho e Veloso, além de Meireles e Moutinho no meio de campo. No ataque, Cristiano Ronaldo e mais um. Na partida de abertura contra a Alemanha, é provável que vejamos essa formação. O tempo dirá. Mas, como já falamos, essa é a única dúvida sobre William Carvalho: quanto tempo levará, porque vai acontecer.

Como joga a seleção de Portugal

No dia 21 de junho de 2012,  Portugal disse adeus à Eurocopa com este time titular: Rui Patrício; João Pereira, Bruno Alves, Pepe, Fabio Coentrão; Raul Meireles, Miguel Veloso, João Moutinho; Nani, Hugo Almeida e Cristiano Ronaldo. A seleção de Paulo Bento se apresentou muito bem neste torneio, somente sendo eliminada nos pênaltis em uma dramática semifinal contra a Espanha. Se você se lembra da seleção de Portugal nessa competição, sabe que ela não mudou nada. Na segunda partida da repescagem contra a Suécia, no dia 19 de novembro de 2013, o técnico da seleção utilizou os mesmos onze jogadores titulares.

A seleção portuguesa seguiu um caminho previsível até a Copa do Mundo no Brasil. A boa notícia é que Cristiano Ronaldo está na melhor forma de sua vida, marcando mais gols para Portugal do que nunca, mesmo que os últimos jogos pelo Real Madrid na temporada gerem alguma preocupação quanto à sua forma física. Por outro lado, Paulo Bento agora conta com titulares mais velhos e com mais experiência. Agora a sua seleção está com uma média de 28,6 anos de idade.

João Pereira (na época no Sporting, agora no Valencia), Bruno Alves (Zenit, Fenerbahce), Miguel Veloso (Genoa, Dínamo de Kiev), Raul Meireles (Chelsea, Fenerbahce), João Moutinho (Porto, Monaco), todos mudaram de clube desde 2012, deixando o goleiro Rui Patrício (Sporting) como o único ainda jogando no Campeonato Português.
 

O técnico da seleção, que renovou recentemente o seu contrato (até 2016), sabe que a hora da mudança chegará, cedo ou tarde. No momento Bento, seguirá com o seu plano e irá montar seu esquema 4-3-3, mesmo que ainda existam alguns problemas no setor ofensivo. Rui Patrício continua transmitindo confiança debaixo da trave, João Pereira evoluiu como jogador no Valencia e os dois zagueiros centrais (Bruno Alves e Pepe) apresentam as mesmas características: força, habilidade nas bolas aéreas e alguma desorganização quando pressionados. No lado esquerdo da defesa, Fabio Coentrão continua apresentando uma enorme resistência física pelo seu time e pela seleção.

O meio-campo agora está mais experiente, já que os três jogadores escolhidos foram testados em diferentes campeonatos nos últimos anos. Veloso ainda apresenta algumas falhas no apoio à defesa e enfrenta a competição com a jovem estrela William Carvalho. Raul Meireles não jogou uma boa temporada no Fenerbahce, mas Portugal sempre conta com seu equilíbrio e João Moutinho pode estar melhor agora que ganhou alguma maturidade na disputada Ligue 1 da França.

No ataque, Cristiano Ronaldo espera que essa seja sua melhor apresentação pela seleção. Ele marcou quatro gols na repescagem contra a Suécia e quebrou alguns recordes históricos no Real Madrid. A sua forma física preocupa, mas ele sempre irá jogar. E quem mais? Nani, apesar de não ter jogado regularmente no Manchester United e estar se recuperando de uma contusão, deve ser titular. Silvestre Valera (Porto) é o substituto. Hugo Almeida ocupa a posição central do ataque, mas também pode jogar pelo lado esquerdo para que Cristiano Ronaldo apareça à frente do ataque durante uma partida, para surpreender os adversários. Helder Postiga é o outro atacante, mas sofreu sérias contusões e permanece sendo um enigma.

A ascensão de William Carvalho, o promissor volante do Sporting de Lisboa, e os problemas no ataque podem forçar Bento a colocar o plano B em ação nos jogos mais disputados, certamente na partida contra a Alemanha no dia 16 de junho. Carvalho pode jogar atrás de Veloso, Moutinho e Meireles, em um esquema 4-4-2, com Cristiano Ronaldo e Almeida no ataque. Essa é a alternativa, mas o esquema principal provavelmente será o mesmo 4-3-3, com os mesmos jogadores que em 2012.

 

Jogo Rápido - Portugal
  • Quem será o jogador que surpreenderá a todos na Copa?
    João Moutinho, o Xavi de Portugal, está preparado para demonstrar ainda mais as suas qualidades na Copa do Mundo. Quando você estiver assistindo a Cristiano Ronaldo correndo como um louco, preste atenção, ele está se preparando para receber um passe genial de Moutinho. Todas as pessoas em Portugal sabem do que ele é capaz. Alguns adversários não sabem.
  • Qual é o jogador com maior probabilidade de decepcionar?
    Nani é atualmente o que provoca a maior preocupação dentro da seleção. Sua falta de ritmo de jogo é bem conhecida, já que sua situação no Manchester não melhorou diante de uma temporada muito difícil e das complicações médicas durante a temporada. Quando ele esteve em forma, Paulo Bento sempre demonstrou confiança, mas a verdade é que o talentoso ponta nem sempre correspondeu toda essa confiança.
  • Qual é a meta realista de sua seleção na Copa do Mundo e por quê?
    Na Euro-2012, a seleção de Bento surpreendeu a todos ao se classificar para as semifinais. Agora, com Cristiano Ronaldo marcando mais gols pela seleção do que nunca, a expectativa é que Portugal demonstre o seu valor e se classifique ao menos para as quartas de final da competição. Além disso, a seleção parece não possuir qualidades suficientes para chegar até à grande final.

Curiosidades - Portugal
  • Best Photo Agency & C / Pier Gia
    Bruno Alves
    Este será um torneio especial para Bruno Alves, já que sua família é brasileira. O zagueiro nasceu em Portugal, mas seu pai, Washington, é brasileiro e jogou pelo Flamengo. Em 1974, ele aceitou uma proposta para jogar pelo Varzim e ficou em Portugal depois disso. O tio de Bruno Alves, chamado Geraldo, também foi uma estrela do Flamengo, jogando na mesma época de Zico, de quem era um grande amigo. Foto: Best Photo Agency & C / Pier Gia
  • Best Photo Agency & C / Pier Gia
    João Moutinho
    Em 2010, o ex-presidente do Sporting chamou João Moutinho de ?maçã podre?, depois de vender o jogador por 11 mi de euros para o Porto. José Eduardo Bettencourt declarou que Moutinho estava forçando a saída do time onde ele havia construído sua reputação. O jogador acabou mostrando que havia sido uma excelente contratação para o Porto e três anos depois foi vendido para o Monaco por 25 mi de euros. Foto: Best Photo Agency & C / Pier Gia
  • Best Photo Agency & C / Pier Gia
    Hugo Almeida
    O alto e poderoso atacante tem sido um artilheiro regular jogando pelo Besiktas e normalmente não perde a cabeça. Mas, em 2013, ele ficou furioso quando um torcedor do Kasimpasa invadiu o campo e decidiu chutar Manuel Fernandes, outro jogador português do Besiktas. O time da casa imediatamente cercou o torcedor em questão, mas não conseguiu evitar que Hugo Almeida conseguisse revidar a agressão. Foto: Best Photo Agency & C / Pier Gia
  • Mike Hewitt/Getty Images
    Raul Meireles
    O volante do Fenerbahce continuou demonstrando seu estilo particular. Ele possui incontáveis tatuagens no corpo e, desde que chegou à Turquia, adotou o costume nacional de usar barba. Hoje em dia, Raul Meireles utiliza o cabelo no estilo moicano (talvez pela progressiva falta de cabelos) e a barba no estilo lenhador. Ele é facilmente identificável dentro de campo. Foto: Mike Hewitt/Getty Images
  • Best Photo Agency & C / Pier Gia
    Beto
    Em 2008, a imprensa discutia a possibilidade de Beto ter uma chance como titular na seleção. Jorge Jesus, que agora é técnico do Benfica, disse que apenas goleiros com mais de 1,83 m (Beto tem 1,80) conseguem chegar ao topo. Na atual temporada, ele ajudou a levar o Sevilla à final da Copa da Uefa, onde pegou exatamente o Benfica. Na disputa por pênaltis, Beto defendeu 2 e deu o troféu ao Sevilla. Foto: Best Photo Agency & C / Pier Gia

* Este artigo é parte da série "Olhar Estrangeiro", produzida por 32 veículos de mídia dos países que disputam a Copa do Mundo, como UOL, Guardian (Inglaterra) e France Football (França).

Tradutor: George El Khouri Andolfato

Notícias relacionadas



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos