Neymar dribla falta de brilhantismo com gols decisivos por seleção e Santos

Paulo Passos e Renan Prates
Do UOL, em Goiânia

  • Victor R. Caivano/AP Photo

    Neymar comemora seu gol com homenagem ao filho Davi Lucca em Superclássico das Américas

    Neymar comemora seu gol com homenagem ao filho Davi Lucca em Superclássico das Américas

Veja Também

Desgastado com a intensa maratona de jogos pela seleção brasileira e o Santos, o atacante Neymar não tem conseguido repetir a sequência brilhante que o credenciou ao posto de melhor jogador do Brasil na atualidade. Mas o camisa 11 dribla este problema com gols decisivos pelas duas equipes em que atua.

Contra a Argentina nesta quarta-feira, não foi diferente. Neymar tentou jogadas de efeito e mostrou disposição, mas parou na intensa marcação dos hermanos durante 90 minutos. Porém, teve a coragem e qualidade para marcar de pênalti o gol que decidiu a vitória por 2 a 1 nos acréscimos.


Neymar já havia repetido o mesmo roteiro do duelo desta quarta-feira em Goiânia nas duas últimas partidas que realizou pelo Santos. Contra o Flamengo, ele marcou um golaço que decretou a suada vitória por 2 a 0 na Vila Belmiro.

No final de semana passado contra o Coritiba, no Couto Pereira, Neymar conseguiu calar o torcedor coxa-branca que não parava de xingá-lo e marcou dois gols para comandar a vitória do Santos de virada por 2 a 1. "Só preciso de uma chance", falou o artilheiro santista em resposta para a torcida local após o primeiro dos gols.

Os momentos decisivos de Neymar tem servido para que as recentes críticas de 'pipoqueiro' que o atacante recebeu pela seleção e também pelo Santos (na semifinal da Libertadores) serem atenuadas pelo torcedor brasileiro e a opinião pública.

Apesar de tecer vários elogios a Neymar e acreditar na capacidade de decisão do jogador, o técnico Mano Menezes ressaltou que não monta nenhum esquema especial para ele na seleção brasileira.

"A seleção não está sendo construída para o Neymar e nem para nenhum jogador individualmente, porque não penso futebol assim. Exatamente para que se acontecer algo, termos opções", justificou o treinador.

 

Últimas de Copa do Mundo 2014



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos