Romário diz que CBF é um cartel e afirma que eleição será comprada

Do UOL, em São Paulo

  • Marcelo Camargo/Folhapress

    Deputado federal e ex-jogador de futebol Romário (PSB-RJ) criticou a direção da CBF

    Deputado federal e ex-jogador de futebol Romário (PSB-RJ) criticou a direção da CBF

Veja Também

O ex-atacante e hoje deputado federal Romário (PSB-RJ) atacou mais uma vez a direção da CBF. Em entrevista ao jornal "O Estado de S.Paulo", o baixinho reforçou a acusação de que a entidade é um cartel, acusou o vice-presidente Marco Polo Del Nero de chefe do esquema e ainda afirmou que a eleição para a nova presidência em 2014 será comprada.

"Ele (Del Nero) é o pior dos três (junto com José Maria Marin e Ricardo Teixeira). É o cabeça do atual cartel que virou a CBF. É quem faz os negócios, as negociatas da entidade. É ele quem manipula os presidentes das federações, de clubes. Se chegar à presidência da CBF, vamos viver um inédito período de ditadura no nosso futebol", disse Romário.

Marco Polo Del Nero é um dos vice-presidentes da CBF e também está no comando da Federação Paulista de Futebol. O dirigente é considerado nome certo para a eleição do próximo ano e conta com o apoio do atual presidente, José Maria Marin.

"A próxima eleição vai ser comprada também. Torço e acredito que apareça algum candidato avulso, contrário aos métodos atuais e que possa incomodar os atuais dirigentes", afirmou.

Romário ainda disse que vê o ex-presidente do Corinthians e ex-diretor de seleções da CBF Andrés Sanchez e o ex-jogador Raí como bons nomes para o cargo.

O deputado carioca se tornou o principal crítico da CBF e dos preparativos para a Copa do Mundo de 2014. Romário já protocolou um pedido na Câmara para a abertura de uma CPI para investigar a entidade, faz duras criticas a Marin e quer que ele explique sua ligação com a Ditadura Militar e com a morte do jornalista Vladimir Herzog, em 1975.

"Estou aqui há pouco mais de dois anos e já pude reparar que não existe interesse do governo em abrir CPI nenhuma. Não me pergunte por quê. Com um CPI do futebol, iniciada agora, o Brasil teria condições de chegar ao ano do Mundial limpo, de cara nova. Reina muita bagunça no nosso futebol", criticou Romário. 

Notícias relacionadas



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos