Torcida vaia e constrange Dilma na abertura da Copa das Confederações

Gustavo Franceschini, Luiz Paulo Montes, Paulo Passos e Ricardo Perrone
Do UOL, em Brasília

  • AFP PHOTO / EVARISTO SA

    Dilma (no centro) discursa na abertura da Copa das Confederações ao lado de Joseph Blatter

    Dilma (no centro) discursa na abertura da Copa das Confederações ao lado de Joseph Blatter

Veja Também

A presidente Dilma Rousseff foi muito vaiada momentos antes do início da abertura da Copa das Confederações. Anunciada pelo alto-falante do estádio, ela fez caras de poucos amigos e limitou-se a dizer uma única frase no microfone, enquanto Joseph Blatter, presidente da Fifa, deu uma bronca na torcida pelo comportamento.

"Por favor, onde está o fair play de vocês", disse o cartola, que também foi vaiado pelo público. Dilma, por sua vez, foi sucinta e ignorou os protestos. "Declaro oficialmente aberta a Copa das Confederações 2013", disse ela, atropelando as vaias.

O momento embaraçoso repete uma outra história polêmica do país em grandes competições. Em 2007, na cerimônia que abriu o Pan do Rio de Janeiro, Lula estava no Maracanã e foi vaiado em todas as vezes que apareceu no estádio ou foi citado. Até por isso, ele quebrou o protocolo e não fez o pronunciamento tradicional de abertura.

Confira lance a lance do jogo entre Brasil x Japão, em Brasília.

"Na minha vida política, a vaia e o aplauso são dois momentos de reação do ser humano. A única coisa que eu, particularmente, fico triste é que eu fui preparado para uma festa. É como se eu fosse convidado para o aniversário de um amigo meu, chegasse lá e encontrasse um grupo de pessoas que não queria a minha presença lá", afirmou Lula após o episódio, no programa "Café com o Presidente".

A vaia só aumenta o clima tenso que cerca a abertura da Copa das Confederações. Durante todo o sábado, centenas de manifestantes protestaram nas cercanias do estádio contra os gastos com a competição. 

Dilma e Blatter estão no camarote do Mané Garrincha. Perto deles está o desafeto de Dilma, José Maria Marin, presidente da CBF, mantido afastado pela presidente por conta de seu passado ligado à ditadura.

Neste sábado, no entanto, ela não pôde fugir de Marin. Ricardo Stuckert, fotógrafo oficial da CBF e que já trabalhou com Lula, conseguiu tirar uma foto em que Dilma aparece junto com o cartola, feito significativo para quem precisa comprovar força política de olho na eleição da CBF no ano que vem.

INTERNAUTA DIZ QUE VAIA A DILMA NÃO PODERIA VIR EM MOMENTO MELHOR

  • Veja os comentários dos internautas sobre as vaias à presidente Dilma Roussef

Notícias relacionadas



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos