Ronaldo volta a rebater Ferguson e ataca: "O Real calou a boca dele"

Gabriel Duarte
Do UOL, em Belo Horizonte

  • Gabriel Duarte/UOL

    Ronaldo (ao centro) disse que técnico do Manchester United o desrespeitou ao chamá-lo de "gordo"

    Ronaldo (ao centro) disse que técnico do Manchester United o desrespeitou ao chamá-lo de "gordo"

Veja Também

Membro do Comitê Organizador Local (COL) para a Copa do Mundo, o ex-atacante Ronaldo voltou a rebater as críticas do técnico do Manchester United, Alex Ferguson, que o chamou de "gordo". Em visita ao Mineirão, nesta quarta-feira, o Fenômeno negou ter "secado" o time inglês, eliminado da Liga dos Campeões pelo Real Madrid nessa terça, mas disse desejar que "onde o time de Ferguson for, que perca".

"Não, não sequei não, mas às vezes eu minto também. Não sequei nada, o Real Madrid calou a boca dele por mim. Achei que foi uma falta de respeito, profissional de futebol há muitos anos, um sir na Inglaterra e teve palavras de falta de respeito. Achei deselegante, não tenho palavras a mais para este senhor, a não ser que, onde ele for, que o time dele perca", observou Ronaldo em entrevista coletiva.

No começo da semana, antes do segundo confronto entre Manchester United e Real Madrid, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões, Alex Ferguson chamou o brasileiro de "gordo", ao fazer uma comparação com o português Cristiano Ronaldo.

Em visita à Arena Pernambuco, no Recife, o ex-jogador já havia chamado de "deselegante" o comentário do treinador dos Diabos Vermelhos, há mais de duas décadas no comando do time inglês. Porém, nesta quarta-feira, foi mais crítico com a opinião do treinador.

Ronaldo comemorou a classificação do Real Madrid para as quartas de final da competição continental. No Old Trafford, nessa terça, os merengues venceram por 2 a 1, depois de empatarem o primeiro jogo por 1 a 1, na capital espanhola.

A carreira de Ronaldo em fotos
A carreira de Ronaldo em fotos

Notícias relacionadas



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos