Ganhar Liga e Copa no mesmo ano? Brasileiro e rival de Edílson conseguiram

José Ricardo Leite e Vanderlei Lima

Do UOL, em São Paulo

  • Getty Images

    Kerembeu (esq.) ao lado de Roberto Carlos na conquista da Liga de 2000 pelo Real

    Kerembeu (esq.) ao lado de Roberto Carlos na conquista da Liga de 2000 pelo Real

Conquistar o título mais importante do futebol europeu na disputa de clubes e semanas depois se sagrar campeão do mundo por sua nação. Glória em curto período de tempo e que poucos conseguiram, entre os quais um conhecido brasileiro e um francês cuja lembrança por aqui é mais por uma rixa seguida de uma caneta do que por sua categoria.

Apenas nove jogadores na história do futebol mundial conseguiram ganhar a Liga dos Campeões da Europa e a Copa do Mundo em um mesmo ano. E quase todos eles foram de uma tacada só: em 1974 o Bayern de Munique foi campeão europeu e formou a base da seleção alemã que venceu o Mundial, em casa, contra a Holanda. Sepp Maier, Beckenbauer, Schwarzenbeck, Breitner, Hoeness, Muller e Kapellman viveram as semanas de glória.

Fora eles, o ex-lateral Roberto Carlos foi um dos que tiveram o gosto de desfrutar os dois títulos mais importante em um intervalo de aproximadamente 45 dias. Antes de ser pentacampeão mundial com a seleção brasileira em 2002, havia vencido a Liga dos Campeões da Europa, pelo Real Madrid, após vitória sobre o Bayer Leverkusen. Meses depois, ainda seria campeão mundial interclubes com o time merengue após vitória sobre o Olímpia, no Japão.

"Foi muito especial pra mim, pois naquele ano ganhamos quatro títulos (ganharam também a Supercopa da Europa). Foram poucos que conseguiram isso. O lado psicológico fica que é coisa de doido. Foi maravilhoso, é aquele ano perfeito", falou Roberto Carlos em entrevista ao UOL Esporte.

Questionado se foi melhor ganhar a Liga ou a Copa naquele ano, ele não ficou em cima do muro. "Tudo depende do tempo. O Real Madrid tinha ganhado a Liga em 2000. Pra mim, em 2002, foi a mais importante foi a Copa do Mundo. Eu nunca havia ganhado com meu país. E representar o seu país com a camisa verde e amarela...ganhar a Copa do Mundo foi mais importante do que vencer a Champions", explicou.


"O país estava triste por termos perdido em 1998. O povo brasileiro naquela época não confiava muito na gente. Estava todo mundo muito desconfiado, então foi muita pressão. Mas eu nunca fiquei nervoso e nem me estressei para jogar. Sempre levei o futebol como uma diversão com responsabilidade."

O outro jogador que conseguiu esse êxito foi um ex-companheiro de Roberto Carlos. Também pelo Real Madrid, o defensor francês Karembeu venceu a Liga de 1998 e depois foi campeão mundial com a seleção azul em cima da seleção brasileira.

Karembeu, apesar de muitos títulos de expressão tanto pelo Real como pela seleção francesa, não teve uma carreira de grande destaque quando vestiu outras camisas que não fossem a dos dois gigantes. Passou, sem grande destaque, por clubes médios como Nantes, Sampdoria, Olymíakos-GRE e Servette, da Suíça.

Mas é lembrado pelo público brasileiro mais por um lance com o brasileiro Edilson durante a disputa do Mundial de Clubes da Fifa de 2000, no Brasil. Naquela ocasião, antes de um jogo entre Corinthians e Real Madrid, o Capetinha disse que o zagueiro era grosso e seria presa fácil na partida.

O francês então rebateu e disse que nunca tinha ouvido falar do brasileiro. Depois, no jogo, Edilson marcou um gol em que deu uma caneta no rival e chutou forte para o gol, sem chances para Casillas. A partida acabou empatada em 2 a 2.

Este ano, a Liga dos Campeões tem como finalistas Real Madrid e Atlético de Madrid, em partida que será disputada no próximo sábado, em Lisboa. Um brasileiro pode tentar o mesmo feito de Roberto Carlos se for campeões do torneio, no próximo sábado, e a seleção verde e amarela conquistar a Copa do Mundo em casa: Marcelo, assim como Roberto Carlos, joga na lateral esquerda do time merengue e é titular absoluto de Luiz Felipe Scolari na equipe nacional. 

Veja também



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos