Copa 2018

A seis meses da Copa, presidente da federação russa de futebol deixa cargo

Shaun Botterill/Getty Images
Vitaly Mutko em sorteio da Copa do Mundo Imagem: Shaun Botterill/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

25/12/2017 16h41

Vitaly Mutko, presidente da União Russa de Futebol (RFU) e vice-primeiro ministro do país, deixará provisoriamente o cargo no futebol. O político anunciou a decisão nesta segunda-feira (25), em uma reunião com os diretores da entidade.

De acordo com agência russa TASS, que noticiou o ocorrido, Alexander Alayev passará a comandar a RFU. Mutko havia assumido o posto em setembro de 2015, após seu antecessor, Nikolai Tolstykh, pedir demissão do cargo. O vice-primeiro ministro russo também dirigiu o órgão entre abril de 2005 e novembro de 2009.

Citando informações da imprensa russa, a agência alemã Deutsche Welle diz que o período de afastamento de Mutko será de seis meses. No entanto, o político continuará no comando do comitê organizador da Copa do Mundo de 2018, que terá início no dia 14 de junho.

Em entrevista coletiva, Mutko confirmou seu afastamento. "Solicitei suspender minhas funções por um período de seis meses. Vou continuar trabalhando como vice-primeiro ministro e supervisionando a preparação da Copa do Mundo", declarou.

"Enquanto o presidente Vladimir Putin confirmar em mim, continuarei trabalhando e supervisionando os preparativos do Mundial", completou.

Como braço-direito de Putin no governo do país, Mutko é responsável pelas questões que abordam esporte, turismo e juventude na Rússia. Ele recebeu neste mês um veto vitalício dos Jogos Olímpicos, após o Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciar que a delegação russa ficaria de fora dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018, na Coreia do Sul, por conta dos recentes escândalos de doping com atletas do país europeu.

Na entrevista desta segunda-feira, o político disse que recorrerá ao Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) da decisão do COI. a preparação de sua defesa seria o motivo principal para o afastamento da RFU.

Mutko era o ministro do Esporte russo durante a Olimpíada de Inverno de Sochi em 2014 e foi acusado por Grigory Rodchenkov, chefe de laboratório antidoping russo, de participar dos esquemas para burlar os testes contra substâncias ilegais.

Com informações da AFP

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

UOL Esporte - Futebol
Blogs - Mauro Beting
Copa do Mundo 2018
Blog de Esportes
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
UOL Esporte
Copa do Mundo 2018
UOL Esporte
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Blogs - Mauro Beting
Copa do Mundo 2018
Blog Patadas y gambetas
UOL Esporte
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Blog Patadas y gambetas
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
UOL Esporte
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Blog do Rafael Reis
UOL Esporte vê TV
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Blog do Marcel Rizzo
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Topo