Copa 2018

Rivais do grupo apontam Brasil como favorito e falam em disputa à parte

Do UOL, em São Paulo

01/12/2017 14h59

Os três adversários da seleção brasileira reconhecem que o time de Tite leva ampla vantagem nesta fase. O entendimento dos treinadores de Suíça, Sérvia e Costa Rica é que o trio fará uma disputa à parte na chave e que eventuais pontos tirados do Brasil serão de extrema importância.

Tão logo recebeu a notícia de que enfrentaria o Brasil logo na estreia da Copa do Mundo, o técnico da Suíça, Vladimir Petkovic, aprovou ter um duelo de peso no começo. Para ele, um bom resultado no 1º jogo dará confiança para encarar os demais adversários.

“Um dos favoritos e por outro lado nós temos essa mentalidade de que não achamos que o jogo foi perdido não, a gente tenta vencer e com isso em grupo a gente fica muito feliz de estar com o Brasil também. Vamos poder buscar algo no nosso grupo”, reforçou o técnico da Suíça para a “SporTV”.

A seleção está no grupo E, com Sérvia, Costa Rica e Suíça. O Brasil estreia dia 17 de junho contra a Suíça, às 15h (horário de Brasília).

A equipe de Tite enfrentará nesta fase a Costa Rica, dia 22 de junho (9h da manhã de Brasília), e a Sérvia, dia 27 de junho (15h de Brasília).

Técnico da Sérvia também comenta duelo com o Brasil:

Mladen Krstaji, técnico da Sérvia, reconhece que sua seleção não figura entre os favoritos e diz que que o Brasil tem ligeira vantagem sobre os concorrentes no grupo E.

“Quando falamos sobre Costa Rica e Suíça, temos muito respeito pelas seleções. Então, temos as mesmas chances que Suíça e Costa Rica de lutar, talvez, pela segunda posição. Mas você nunca sabe. Tudo é possível”.

Sobre Neymar, o treinador sérvio comentou:

“Quando você fala sobre Neymar, trata-se de um jogador de classe mundial. Mas o Brasil não é só Neymar, Brasil tem dez jogadores com qualidade”.

Brasil é favorito do grupo, diz técnico da Costa Rica

Treinador da Costa Rica, Oscar Ramirez repetiu o discurso dos concorrentes da seleção brasileira. Ele coloca o Brasil como favorito ao grupo.

“Entendemos que o Brasil é favorito. Por que não pensar em somar pontos? E depois podemos encarar de igual a Sérvia e Suíça, que são times que jogam em bloco e usam bastante a bola aérea".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Copa 2018

Topo