Copa 2018

Dia de sorteio da Copa tem segurança militar, neve e expectativa discreta

REUTERS/Kai Pfaffenbach
Palco do sorteio para a Copa do Mundo de 2018 Imagem: REUTERS/Kai Pfaffenbach

Pedro Lopes

Do UOL, em Moscou (RUS)

01/12/2017 12h21

O dia do sorteio dos grupos da Copa começou sob a primeira nevasca da semana em Moscou, com a já tradicional temperatura pouco abaixo dos 0 graus. Quem não está acostumado com neve teve a oportunidade de vê-la de perto, por vários minutos: o já eternamente presente esquema de segurança russo foi ainda mais reforçado nesta sexta-feira e gerou uma fila sob o gelo do lado de fora do palácio do Kremlin.

Dentro da zona reservada pela Fifa para o evento, no centro da cidade, foi instalado um segundo "checkpoint", com a presença de cerca de dez militares do governo russo. Inteiramente fardados, os oficiais passavam segundos comparando as fotos das credenciais com os rostos de cada um que entrava – isso ocorreu em pelo menos três pontos diferentes do trajeto da Praça Vermelha até o local do sorteio.

Dentro do Kremlin, a formação dos grupos em si foi um dos assuntos menos discutidos – Gianni Infantino, presidente da Fifa, e Vitaly Mutko, responsável pelos esportes no governo russo foram bombardeados com questões sobre doping e corrupção, em um evento constrangedor que teve diversas súplicas por perguntas sobre o sorteio, ou simplesmente sobre futebol.

Ao longo da tarde, ganhou corpo um pouco de especulação sobre a possível formação dos grupos entre jornalistas, funcionários da Fifa e voluntários trabalhando na organização do sorteio. Um grupo da morte com Brasil e Espanha ou Inglaterra foi o principal assunto. O clima dentro do palácio do governo russo foi de tranquilidade e pouca ansiedade.

Na reta final que antecedeu o sorteio, houve confusão com a distribuição de entradas para a tribuna para quem havia ficado sem nesta quinta-feira. Diversos jornalistas e convidados de países africanos tiveram problemas de comunicação com os voluntários Fifa, em um processo que teve princípio de discussão e filas furadas – a organização vem sendo um problema em diversos momentos na semana do sorteio em Moscou.

A escolha dos grupos começa às 13h desta sexta, horário de Brasilia. O Brasil é cabeça de chave, e já definiu sua base na cidade de Sochi durante o Mundial.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Blog do Rafael Reis
UOL Esporte vê TV
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Blog do Marcel Rizzo
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Blog do Marcel Rizzo
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Blog Patadas y gambetas
Blog do Rafael Reis
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Na Vitrine
Blog do Rafael Reis
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
UOL Esporte
Copa do Mundo 2018
UOL Esporte
Topo