Copa 2018

Tite elogia ‘solidez’ em empate, mas cobra mais finalizações da seleção

Clive Rose/Getty Images
Tite observa o amistoso entre Inglaterra e Brasil Imagem: Clive Rose/Getty Images

Caio Carrieri e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, em Londres (Inglaterra)

14/11/2017 21h08

Tite gostou da ‘solidez’ de sua equipe no empate por 0 a 0 entre Brasil e Inglaterra na noite desta terça-feira (14). O comandante disse que sua equipe soube dificultar a vida do adversário, mas ponderou que precisa ver seus jogadores finalizarem com mais frequência.

Neymar, Gabriel Jesus e companhia pararam em um ferrolho armado pela equipe inglesa no primeiro teste europeu sob o comando de Tite.

“O jogo foi um aprendizado tático meu. Estrutura com linha de cinco, eu pensei em ter jogador aberto para termos jogadores entrando. Como foi com Fernandinho, Casemiro. A finalização de média distância precisa entrar melhor, precisa ser feita. Linha de cinco quando finalizar, um sai para pressionar. Precisamos ter isso. Isso é um outro aprendizado”

“Essa é uma nova etapa. Tivemos solidez. Se eles nos dificultam produzir, nós também vamos dificultá-lo em criar. Acho que foi isso”, completou.

Embora faça restrições ao desempenho de seu time, Tite disse que o Brasil era quem merecia a vitória caso o jogo não tivesse terminado no sonolento 0 a 0.

“Se tivesse uma equipe que vencesse o jogo, seria o Brasil. Com números de oportunidades pequenas e características diferentes. Um jogo com nível alto de concentração. Tentamos nos manter bem. Tudo que eles queriam era a velocidade do contra-ataque. Temos que pensar 'eu crio e o adversário vai ter que sofrer para criar'. E isso ocorreu. O jogo nos mostrou aspectos importantes e um aprendizado”, completou.

“Duas escolas e duas propostas diferentes. Uma de pressão alta e outra de compactação e bola de velocidade. Eles queriam um 'vem, me ataca, tu erra e eu faço o gol'. Com isso, as oportunidades são diminuídas. Ainda assim, as grandes oportunidades quem tivemos foram nós”, finalizou.

O Brasil agora enfrenta a Alemanha e a Rússia em março, novamente na Europa. Esses serão os dois últimos amistosos antes da convocação para a Copa do Mundo.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Reuters
UOL Esporte - Futebol
Blog Corneta FC
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Blog Corneta FC
Blog do Marcel Rizzo
Copa do Mundo 2018
UOL Esporte - Futebol
EFE
Blog do Rafael Reis
Copa do Mundo 2018
EFE
EFE
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
AFP
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
EFE
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Blog do Rafael Reis
Blog do Rafael Reis
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Copa do Mundo 2018
Topo