Copa 2018

Febre do "alô, mãe" faz G. Jesus fechar patrocínio com empresa de telefonia

Leonardo Benassatto/Reuters
Gabriel Jesus faz sua comemoração característica após marcar pela seleção contra o Chile Imagem: Leonardo Benassatto/Reuters

Pedro Ivo Almeida

Do UOL, em Londres (Inglaterra)

11/11/2017 07h27

A mania começou em 2016, quando os gols ainda eram marcados pelo Palmeiras. No mesmo ano, a febre se alastrou pela seleção brasileira e atraiu a atenção de diversas empresas de telefonia. Agora, em 2017, a comemoração “Alô, mãe” fará Gabriel Jesus faturar. O atacante do Manchester City acertou um patrocínio com a Vivo em negociação potencializada pelo gesto que virou marca do jovem de 20 anos.

Além da Vivo, outras empresas do segmento já tinham procurado o atleta em função da exposição mundial da comemoração que ganhou as publicações mundiais especialmente a partir de novembro de 2016. Na época, Jesus comemorou um gol da seleção sobre a Argentina simulando uma ligação ao lado das estrelas já consagradas Neymar e Philippe Coutinho. Conforme revelou o UOL Esporte, o assédio aumentou naquele momento.

Nesta temporada, a partir da transferência para o futebol inglês, o acerto era questão de tempo.

"Temos que explorar, mas não pode ser algo que também tire a espontaneidade do Gabriel. A associação tem que ser de forma natural", ponderou o CEO da empresa que gerencia a imagem do atleta (Octagon), Gabriel Lima.

Divulgação
Gabriel Jesus posa com objeto de seu novo patrocinador Imagem: Divulgação

Além da Vivo, Gabriel Jesus já tinha acertado um patrocínio global com o Guaraná Antárctica e fechará mais dois grandes vínculos comerciais até a Copa do Mundo de 2018, quando será o camisa 9 da seleção brasileira na Rússia.

Também destaque da seleção brasileira, o meio campo do Barcelona Paulinho foi outro jogador a fechar contrato comercial com a Vivo até o Mundial. A empresa ainda patrocina a seleção brasileira e não esconde seu gosto por associação a nomes do futebol e da equipe.

"O futebol é uma grande conexão com os brasileiros. Entendemos que Gabriel e Paulinho têm muita sintonia com a estratégia da marca", explicou a diretora de imagem e comunicação da Vivo, Marina Daineze, após acertar o contrato com dois dos principais artilheiros do Brasil nas últimas Eliminatórias.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Copa 2018

Topo