Cuca admite 'perder' Bernard após destaque do atleta na seleção brasileira

Bernardo Lacerda
Do UOL, em Vespasiano (MG)

Bernard, meia do Atlético-MG
Bernard, meia do Atlético-MG

Veja Também

O meia-atacante Bernard vem ganhando destaque e fama maior nas últimas semanas. Alvo do futebol europeu e de constantes especulações, o jovem jogador do Atlético-MG sairá em alta da Copa das Confederações. As mudanças envolvendo a revelação não preocupam o Atlético-MG, que garante foco do meia na Libertadores.

Bernard tem sido envolvido frequentemente em notícias por estar na mira de diferentes clubes europeus e é o jogador mais disputado nesta janela de transferência internacional. Entre essas equipes figuram Tottenham, Borussia Dortmund, Porto e Shakhtar Donetsk. A saída do atleta do time mineiro é dada como certa internamente ao final da Libertadores.

"Não vai conseguir segurar, mas é uma coisa natural, cabe a gente aproveitar o Bernard na Libertadores e depois se ele sair, como está encaminhado, cabe a gente fazer outro Bernard", disse Cuca, dando mostras de que já trabalha com a possibilidade concreta de perder seu titular neste ano.

O Shakhtar hoje é o time mais próximo da contratação do atleta e já tem até a quantia oferecida ao Atlético: 22 milhões de euros. Porém, o Tottenham promete voltar as tratativas com Alexandre Kalil ao final da Copa das Confederações, torneio que serviu para o time inglês observar o meia alvinegro.

Na seleção brasileira, Bernard vive momento de alta e será um dos atletas que mais sairá com confiança ao final da Copa das Confederações. Surpresa na convocação, com o objetivo de ganhar experiência, o meia-atacante aos poucos se destacou nos treinos, ganhou elogios de Felipão e se tornou uma das opções do treinador em suas substituições. Foi assim, por exemplo, na semifinal contra o Uruguai, vencida por 2 a 1, no Mineirão.

Bernard já realizou três jogos no torneio, sempre entrando no segundo tempo. Mesmo sem fazer gols ainda, o meia tem sido elogiado por Felipão e aos poucos, ganhou até mesmo o posto de Lucas, sendo mais participativo que o atleta do PSG, que vem ocupando pouco espaço na Copa das Confederações.

O técnico Cuca não mostra preocupação com a mudança vivida por Bernard e nem pelo momento de alta do atleta na carreira. O jogador deixou o Atlético, para servir à seleção brasileira, vivendo uma situação diferente. Sem boas atuações, o atleta já era cobrado pela torcida. 

"É um menino. Tiveram muitos jogos que o torcedor se acostumou a ver o Bernard decidir. E tem um ou outro jogo que, por um motivo ou por outro, o jogador não está bem e não decide o jogo, e aí vem a cobrança do torcedor", comentou.

"E isso pesou para o Bernard em alguns jogos. Ainda que eu sempre tenha tido confiança total nele e sempre o mantive em todas as partidas. Um cara que vai para Seleção, que é elogiado pelo treinador da Seleção, pela mídia nacional, volta com moral demais. E a gente tem que aproveitar", acrescentou Cuca.

Notícias relacionadas



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos