Único profissional do Taiti anuncia aposentadoria após Copa das Confederações

Do UOL, em São Paulo

  • Ronald Martinez/Getty Images

    Marama Vahirua comemora o gol marcado pelo Taiti na derrota por 6 a 1 para a Nigéria

    Marama Vahirua comemora o gol marcado pelo Taiti na derrota por 6 a 1 para a Nigéria

Veja Também

Marama Vahirua, meia da seleção do Taiti e único jogador profissional da equipe, anunciou na última quarta-feira que se aposentou dos gramados. Melhor jogador da seleção polinésia, ele decidiu que a derrota para o Uruguai, por 8 a 0, na despedida do Taiti da Copa das Confederações, foi seu último jogo como atleta profissional.

De acordo com a imprensa do Taiti, Vahirua já pensava nesta possibilidade desde antes da participação da carismática equipe no torneio no Brasil. O meia jamais havia atuado pela seleção de seu país até a competição, devido a problemas com documentação. Ele atuou pela seleção sub-20 da França anteriormente.

"Termino a carreira no ponto máximo", declarou Vahirua, de acordo com a Rádio 1, do Taiti. O meia foi um dos jogadores que choraram ao ouvir o hino nacional do país antes da partida contra a Nigéria, no Mineirão. Ele também foi o responsável pela comemoração da "canoa polinésia", que marcou o único gol do Taiti na Copa - feiro por Jonathan Tehau.

Vahirua comemorava assim seus gols pelas equipes em que atuou. Na França, jogou por Nantes, Nancy, Monaco, Lorient e Nice. Atualmente estava no Panthrakikos, da Grécia.

"Hoje é um dia muito triste, já que Vahirua se aposentou. Obrigado por tudo, garoto", escreveu o twitter oficial da federação do Taiti.

Há uma possibilidade, ainda, de Vahirua disputar a Copa do Mundo de Futebol de Areia, que o Taiti sedia e disputa, ainda neste ano.

Notícias relacionadas



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos