Empresa lança votação paralela para escolha de nome do mascote da Copa do Mundo

Vinicius Konchinski
Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Reprodução/Veja

    Tatu-bola, ainda sem nome, que será a mascote oficial da Copa 2014

    Tatu-bola, ainda sem nome, que será a mascote oficial da Copa 2014

Veja Também

A Coca-Cola lançou nesta segunda-feira a sua campanha para escolha do nome do mascote da Copa do Mundo de 2014. Com isso, a partir de agora, a votação que batizará o tatu-bola símbolo do Mundial ocorrerá simultaneamente no site da Fifa e no da companhia de refrigerantes. Haverá, inclusive, regras diferentes para votar em cada um dos sistemas.

No site da Fifa, qualquer pessoa pode entrar e votar em uma das três opções de nome dadas ao tatu-bola: Amijubi, que mistura as palavras amizade e júbilo; Fuleco, união dos termos futebol e ecologia, e Zuzeco, composição dos verbetes azul e ecologia.

Já no site da Coca-Cola, os eleitores precisam fazer um cadastro e informar códigos promocionais presentes em produtos da marca para registrar sua opção. Os códigos estarão em tampas ou anéis de todos refrigerantes da Coca-Cola vendidos no Brasil.

Com os códigos promocionais, também será possível votar pelo Facebook ou via mensagens de texto de celular. Clientes da Coca interessados em votar devem enviar um SMS com o número do código da promoção para o número 22043.

Apesar das exigências feitas pela Coca-Cola, quem votar no nome do mascote pelo sistema da empresa concorrerá a prêmios, o que não acontece no site da Fifa. A empresa, que é patrocinadora do Mundial de 2014, sorteará oito pares de ingressos para jogos da seleção brasileira na primeira fase do torneio. Quatro pares serão dados para o jogo da seleção em Brasília e outros quatro para o jogo de Fortaleza.

Luciano Huck foi o apresentador da campanha de votação da Coca-Cola. Em cerimônia realizada no Morro dos Macacos, Rio de Janeiro, ele afirmou que os ingressos sorteados levarão consumidores ao camarote do mascote.

"O mascote vai representar a coletividade de todo Brasil", complementou Huck. "Estamos, agora, juntos na missão de nomeá-lo e deixá-lo o mais brasileiro dos brasileiros."

A cerimônia também marcou a primeira aparição pública do mascote da Copa. O tatu-bola foi recebido com palmas por alunos de um projeto da Coca-Cola na comunidade e chegou a dançar funk com garotos e garotas que subiram ao palco.

Últimas de Copa do Mundo 2014



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos