Alegando "problemas de agenda" Aldo Rebelo se recusa a encontrar Jérôme Valcke no Senado

Ricardo Perrone*
Do UOL, em São Paulo

  • Reuters

    Valcke e Rebelo não se encontraram após o cartola ter dito que o Brasil precisava de "um chute no traseiro"

    Valcke e Rebelo não se encontraram após o cartola ter dito que o Brasil precisava de "um chute no traseiro"

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, afirmou que não poderá atender ao convite para participar, no próximo dia 11, de audiência pública no Senado que tem anunciada a presença de Jérôme Valcke, secretário-geral da Fifa. A justificativa oficial são "problemas de agenda".

A participação do secretário-geral da Fifa na audiência pública no Senado Federal não é fruto de um convite oficial para o cartola francês, que afirmou, no início do mês passado, que o Brasil precisava de "um chute no traseiro" para acelerar os preparativos para a Copa do Mundo de 2014. Os senadores esperavam a presença do presidente da entidade, Joseph Blatter.

Assim, a Comissão de Educação, Cultura e Esporte, responsável pelo convite à Fifa, informa que irá decidir até a próxima terça-feira se aceita ou não receber Valcke ao invés de Blatter.

No convite à Fifa, consta como assunto a ser tratado a Lei Geral da Copa, recentemente aprovada na Câmara dos Deputados e em tramitação no Senado. Fifa e governo brasileiro ainda divergem sobre alguns pontos da lei, como o que regulamenta a comercialização de bebidas alcoólicas nos estádios durante os jogos da Copa.

Segundo o UOL Esporte apurou, tanto Blatter quanto Rebelo foram convidados para participar da audiência no dia 11. Nesta segunda-feira, veio a resposta da Fifa, anunciando que Valcke representaria a entidade no evento. Assim que recebeu o comunicado, a comissão do Senado divulgou seu conteúdo. Foi só depois disso que veio a resposta do Ministério do Esporte, informando que o ministro não poderia comparecer no Senado no dia 11. Aldo Rebelo se dispõe, porém, a atender ao convite dos senadores no dia anterior, 10 de abril.

O membros da Comissão de Educação, Cultura e Esporte estão analisando a conveniência de receber as duas autoridades em dias separados.

* Colaborou Vinícius Segalla

Obras da Copa
Obras da Copa


Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos