Local:
Maracanã
Data:
30/06/2013, 19h00
Brasil 3 x 0 Espanha
Fred corre para comemorar gol do Brasil sobre a Espanha na final

Brasil desconstrói melhor Espanha da história e leva o tetra com Maracanã em catarse

Bruno Freitas e Paulo Passos
Do UOL, no Rio de Janeiro

O campeão voltou, cantou o Maracanã em catarse desde os primeiros minutos da final da Copa das Confederações. Apoiado por mais de 73 mil vozes, o Brasil de Luiz Felipe Scolari desconstruiu a grande Espanha da história com uma apresentação tática brilhante, com placar de 3 a 0. Diante do time mais vencedor dos últimos anos, ressurge o melhor do futebol nacional no tetracampeonato do torneio da Fifa. Fred, duas vezes, e Neymar garantiram a festa dos donos da casa.

Vencedora das duas edições anteriores, a seleção estabelece assim um domínio na Copa das Confederações. O título de 2013 diante do público no próprio país se junta à galeria do futebol nacional ao lado das taças trazidas do exterior, de 1997, 2005 e 2009.

O Brasil descontruiu o estilo espanhol de dominar a partida, com marcação pressão na linha de intermediária de ataque. Até Fred combatia a saída de jogo dos rivais, forçando erros de passe tolos para a equipe que recentemente reeducou o futebol a respeito do tratamento de bola.

Favoritos diante da seleção da casa em nove entre dez prognósticos, a Espanha de Xavi e Iniesta não conseguiu impor contra Luiz Gustavo e companhia o estilo de supremacia de posse de bola, sem empurrar a ação até a área adversária. Os europeus se irritaram com a incapacidade de estabelecer seu ritmo e ainda foram contidos por faltas estratégicas no nascimento de algumas jogadas.

O Maracanã enfrentou uma espécie de abalo sísmico esportivo logo no primeiro minuto de jogo, quando Fred conseguiu empurrar para as redes em um lance confuso na área. O atacante finalizou na frente de Casillas, mesmo deitado, e correu para abraçar a galera.

Com 95 segundos, o gol de Fred vira o segundo mais rápido da história em finais dos torneios da Fifa, atrás apenas da anotação do holandês Neeskens na decisão do Mundial de 1974 (85 segundos).

Ainda antes do intervalo, em um espaço de quatro minutos, os brasileiros que tiveram o privilégio de viver a decisão dentro do Maracanã vibraram com dois gols, um de verdade e outro “moral”.

Primeiro, quando David Luiz se atirou numa bola que já tinha passado por Julio Cesar, em definição de Pedro após contra-ataque veloz espanhol. O zagueiro mandou o gol de empate quase certo para escanteio e ouviu o estádio entoar seu nome.

Quase na sequência, Neymar enfim conseguiu o selo para ir de vez ao rol de grandes craques da seleção. O camisa 10 foi acionado na esquerda, passou para Oscar e recebeu de volta. O truque tirou a marcação da frente do ídolo, que fuzilou Casillas em um arremate alto e potente. Um belo cartão de visitas para o país onde exibirá seu jogo em questão de semanas.

O título brasileiro se cristalizou de vez cedo, logo aos 2min do segundo tempo, em uma jogada coletiva brilhante do ataque. Hulk projetou a bola na esquerda, Neymar deixou passar e finalmente Fred bateu colocado para vencer Casillas mais uma vez.

A Espanha parecia ter uma chance de mexer com o jogo aos 9min, quando Marcelo cometeu pênalti infantil em Jesus Navas. Julio Cesar acertou o canto escolhido pelo zagueiro Sergio Ramos, mas não precisou nem esticar a mão, bastou ver a bola sair pela linha de fundo em uma péssima cobrança.

Esta foi a história do jogo mais importante do novo e querido Maracanã. Houve quem reivindicasse a mudança do status de país do futebol, numa viagem pelo Atlântico da América do Sul até a Europa. Fernando Torres, por sua vez, chegou a dizer antes da final que a Espanha era o “Brasil do presente”, em referência aos tempos dourados de Pelé. Mas talvez sua equipe seja apenas uma grande Espanha, campeã mundial, bicampeã europeia, mas que ainda não consegue se impor contra o país mais vencedor dos torneios da Fifa.

 

Personagens da Partida

Melhores

  • Fred
    Oportunista, com 2 minutos de jogo abriu o placar. No segundo tempo ainda fez mais um. Além disso, atuou como um volante na frente, marcando saída de bola dos rivais
  • David Luiz
    Quando jogo ainda estava 1 a 0, salvou o Brasil de levar o gol de empate. Com um carrinho, tirou a bola chutada por Pedro, que já estava entrando na meta.

Piores

  • Arbeloa
    Enganado por Neymar no segundo da seleção, perdeu em quase todos os lances de disputa com os brasileiros. Errou passes e foi um dos buracos na defesa da Espanha.
  • Sergio Ramos
    Ruim atrás, tampouco conseguiu avançar e levar perigo ao Brasil. Ainda errou um pênalti no segundo tempo, que poderia ter colocado a Espanha no jogo.

Voz da Torcida

  • O campeão voltou!

    Bastaram um gol e cinco minutos de jogo no Maracanã para a torcida mandar o recado aos espanhóis, que venceram a última Copa do Mundo. "Ô, o campeão voltou!", gritavam os brasileiros, já certos da vitória da seleção.
  • Shakira, Shakira!

    Após a expulsão de Piqué, aos 24 minutos do segundo tempo, os telões do Maracanã mostraram a reação da namorada do zagueiro, a cantora Shakira, que estava na área VIP. A torcida não teve dúvida e passou a gritar o nome da colombiana.

Resumo da Partida

Brasil 3 x 0 Espanha
Técnico: Felipão Técnico: Vicente Del Bosque
12. Julio Cesar
2. Daniel Alves
3. Thiago Silva
4. David Luiz
6. Marcelo
17. Luiz Gustavo
Entrou 8. Hernanes
11. Oscar
Entrou 23. Jadson
10. Neymar Gol
Entrou 21. Jô
Saiu 18. Paulinho
Saiu 9. Fred Gol Gol
Saiu 19. Hulk
X
1. Casillas
Entrou 5. Azpilicueta
15. Sergio Ramos Cartão amarelo
18. Jordi Alba
16. Busquets
8. Xavi
6. Iniesta
11. Pedro
Entrou 22. Jesús Navas
Entrou 7. Villa
3. Piqué Cartão vermelho
Saiu 9. Fernando Torres
Saiu 13. Mata
Saiu 17. Arbeloa Cartão amarelo
No jogo mais esperado do torneio, Brasil e Espanha duelam, neste domingo, às 19h, no Maracanã, pelo título da Copa das Confederações
Mais do que uma simples final, o jogo marca o embate entre a atual melhor seleção do mundo contra a tradicionalmente melhor seleção do planeta
Embalado, o time de Felipão aposta no calor da torcida e na repetição das boas apresentações para superar a Fúria e faturar o caneco
Apesar dos diversos pedidos por alteração nos titulares, Felipão rechaçou qualquer possibilidade de mudança e disse que vai repetir o time
Apesar da Fúria ser considerada favorita por muitos, alguns jogadores como Xavi negaram o favoritismo. O meia acredita em jogo equilibrado
Misterioso, Del Bosque não adiantou a escalação, mas revelou que para muitos jogadores enfrentar o Brasil no Maracanã é um sonho de criança
Os jogadores brasileiros já estão no Maracanã. O ônibus com a delegação da seleção chegou no estádio por volta das 17h20
Neste momento começa a cerimônia de encerramento da Copa das Confederações, organizada pelo carnavalesco Paulo Barros
E a festa é comandada com música. Primeiro o sambista Arlindo Cruz animou a multidão. Agora é a vez da dupla sertaneja Victor e Léo
Logo após a apresentação de Jorge Ben Jor, a cantora Ivete Sangalo começa a animar a torcida, que já lota o estádio
A música escolhida pela cantora baiana é o hit "Festa", que embalou a Seleção Brasileira na conquista do pentacampeonato
Agora é a vez da bateria da Grande Rio fazer sua apresentação no gramado. Os integrantes vestem as cores da bandeira brasileira
Ao som de "País Tropical", de Jorge Ben Jor, os integrantes da escola de samba formam a bandeira brasileira no centro do gramado
Muitos balões são soltos com as cores verde, azul e amarelo. A torcida entra no clima da festa no Maracanã
Um dos voluntários do evento, fantasiado de bola, tentou exibir uma faixa de protesto, mas a organização proibiu e recolheu a faixa
Com a cerimônia já encerrada, os jogadores aguardam a retirada dos equipamentos do gramado para realizarem o aquecimento
Brasil escalado: Julio Cesar; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho e Oscar; Hulk, Neymar e Fred
Espanha também escalada: Casillas; Arbeloa, Piqué, Sergio Ramos e Jordi Alba; Busquets, Xavi, Iniesta e Mata; Pedro e Fernando Torres
E os espanhóis também mostraram que são fãs de Ivete Sangalo. Enquanto a cantora se apresentava, vários jogadores tiraram fotos
Faltando exatamente uma hora para o início da partida, o Maracanã está praticamente lotado. O torcedor demonstra muito entusiasmo
Aplaudidos pela torcida, os goleiros brasileiros entram em campo para fazer o aquecimento
O árbitro Bjorn Kuipers participou da Euro 2012 e do Mundial de 2010. Este ano ele apitou a final da Liga Europa, entre Chelsea e Benfica
Muito vaiados pela torcida brasileira, os espanhóis, vestindo azul, vão para o campo realizar o aquecimento
Os brasileiros também vão ao gramado para o aquecimento e são recepcionados com muita festa pela torcida. Os jogadores retribuem com aplausos
Está é a sétima Copa das Confederações que o Brasil disputa e pode ser o quarto título. A seleção foi campeã em 1997, 2005 e 2009
Enquanto o telão anuncia a escalação da seleção espanhola, a torcida reage com muitas vaias
O Brasil chegou a final com a melhor campanha, com quatro vitórias: 3 a 0 no Japão, 2 a 0 no México, 4 a 2 na Itália e 2 a 1 no Uruguai
A Espanha venceu o Uruguai por 2 a 1, o Taiti por 10 a 0 e a Nigéria por 3 a 0. Na semifinal, empatou com a Itália e avançou nos pênaltis
Enquanto a torcida faz festa do lado de dentro, há uma manifestação popular nas ruas do Rio de Janeiro próximo ao estádio do Maracanã
Muitos fotógrafos formam um corredor na saída do vestiário para registrarem o momento em que os times entrarem no gramado
Do lado de fora, a polícia vai utilizando bombas de efeito moral para dispersar os manifestantes e a ação surte efeito
Com a cerimônia protocolar da Fifa, os times entram em campo neste momento. A torcida se levanta nas arquibancadas
O Brasil joga com camisas amarelas e calções e meiões brancos. Primeiro teremos a execução do hino espanhol
Agora é a vez do Hino Nacional Brasileiro ser executado no Maracanã
Assim como em outras partidas, o torcedor vai além da versão Fifa e canta à capela o restante do hino
Os jogadores se cumprimentam e cumprimentam os árbitros. Está quase tudo pronto para a bola rolar
1' Começa o jogo! Neymar prende a bola na meia esquerda, cai pedindo falta e o árbitro manda seguir. Busquets dá uma bronca no atacante
2'
GOL DO BRASIL!!! Hulk cruza da direita, Fred erra o cabeceio, mas mesmo caído empurra para dentro
3' Lançamento muito longo para Fernando Torres e a bola sai pela linha de fundo. A torcida vibra com o lance
4' Neymar recebe de Marcelo pela esquerda, coloca na frente e cruza muito forte. A bola sai para tiro de meta
5' Pedro sofre falta de Hulk pelo lado esquerdo. O time espanhol, ao seu estilo, vai trocando passes no ataque
6' Após cruzamento da esquerda, David Luiz fura cabeçada, a bola bate em Marcelo e o zagueiro afasta para longe. Os espanhóis reclamam de mão
7' PARA FORA!!! Neymar tenta o passe na área para Marcelo e a bola sobra para Fred, que dá para Oscar. O meia chuta rente à trave direita
8' Em disputa com Fernando Torres, Marcelo sofre falta e fica na bronca com o atacante. O juiz tenta acalmar os ânimos
9' No campo de defesa, Marcelo dá bela finta em Pedro e a torcida vai ao delírio. O Brasil trabalha a bola no campo defensivo
10' O Brasil aperta a saída de bola da Espanha e já recupera a bola. David Luiz volta atrás com Julio Cesar
11' David Luiz tenta inversão de jogo, mas a bola bate em Xavi e sai pela lateral
12' DEFENDEU!!! Paulinho rouba a bola no ataque, percebe Casillas adiantado e manda por cobertura. O goleiro evita o segundo gol
13' Juan Mata cruza da esquerda e Fernando Torres, desequilibrado, cabeceia completamente torto
14'
Após cobrança de escanteio, o Brasil sai no contra-ataque com Neymar, que é derrubado por Arbeloa, amarelado
15' Os brasileiros reclamam querendo o cartão vermelho e os jogadores dos dois times trocam empurrões. O árbitro acalma os ânimos
16' Novamente acionado na esquerda, Mata tenta o cruzamento e a bola bate nas costas de Daniel Alves
17' Fernando Torres tenta o giro sobre David Luiz e é seguro pelo zagueiro. O juiz aponta falta
18' Busquets encontra Mata com liberdade na intermediária, mas o meia erra o passe logo em seguida. Melhor para Julio Cesar
19' JULIO CESAR!!! Após longa troca de passe do ataque espanhol, Iniesta arrisca de fora da área e obriga o goleiro a espalmar para o lado
20' Oscar chega atrasado em Busquets e comete falta no meio-campo. Os espanhóis pedem o amarelo para o juiz, que fica só na conversa
21' Pressionado por Fred, Casillas despacha para o ataque. A Espanha toca a bola em busca de espaços até que Iniesta sofre falta de Luiz Gustavo
22' Na cobrança da infração, Sergio Ramos tenta o chute direto e manda à esquerda de Julio Cesar, sem perigo
23' Thiago Silva toca na fogueira para Marcelo, mas o lateral se vira bem e sai jogando com Daniel Alves
24' Daniel Alves toca na meia direita para Fred, o atacante domina e chuta cruzado, da entrada da área. A bola passa longe
25' Por elevação, Iniesta faz o lançamento para Fernando Torres e o atacante, após trombar com Marcelo, cai no gramado. O juiz manda seguir
26' Hulk toca em Fred e o camisa 9 devolve na área de cavadinha. O atacante do Zenit cai pedindo pênalti, mas o juiz nada marca
27'
Hulk arranca no contragolpe e toca na entrada da área para Oscar, que é derrubado por Sergio Ramos, amarelado
28' Assim como os jogadores, que ficaram pedindo o vermelho, Felipão também protesta no banco de reservas. Hulk e Neymar posicionados na bola
29' QUE BOMBA!!! Neymar rola para Hulk e o atacante enche o pé. O tiro, no entanto, vai muito alto
30' Thiago Silva comete falta pelo lado direito da defesa. O lance é perigoso, mas Xavi cobra em cima da barreira. É escanteio para a Espanha
31' CASILLAS!!! Em outro bom contragolpe do Brasil, Neymar deixa Fred de frente para o gol e o goleiro salva a Fúria
32' Após cobrança de escanteio de Neymar, Fred consegue o desvio de cabeça, mas pega mal na bola. O atacante se lamenta
33' Neymar recua para Julio Cesar e o goleiro sai jogando com Daniel Alves. A Espanha adianta a marcação
34' Lançado pela direita, Hulk tenta o cruzamento para a área e manda nas mãos de Casillas
35' Em cobrança de falta da esquerda, Xavi cruza fechado e Fred, mais uma vez ajudando a zaga, faz o corte parcial de cabeça
36' Neymar arranca em velocidade no contragolpe, mas perde o controle da bola e comete falta de ataque
37' Lançado pela direita, Hulk disputa a bola pelo alto e ganha o lateral
38' Outra falta! Agora de Thiago Silva sobre Fernando Torres, no círculo central
39' Marcelo aciona Neymar na ponta esquerda, o atacante tenta o cruzamento e é bloqueado. Pouco depois, Hulk perde a bola no ataque
40' DAVID LUIZ!!! No bom contra-ataque da Espanha, Pedro sai na cara de Julio Cesar e tira do goleiro. O zagueiro salva em cima da linha
41' Reconhecendo a grande jogada de David Luiz, a torcida grita o nome do zagueiro. Julio Cesar também agradece ao companheiro
42' Oscar abre na direita para Fred e o atacante, tentando o cruzamento para Neymar, joga nas mãos de Casillas
43'
GOL DO BRASIL!!! Em outro contra-ataque brasileiro, Oscar e Neymar tabelam e o atacante acerta lindo chute
44' Os jogadores vão comemorar junto com os torcedores, na beira do campo. A torcida vai ao delírio no Maracanã
45' Arbeloa tenta sair jogando e perde a bola. No entanto, o juiz para o lance marcando falta de Neymar sobre o espanhol
46' David Luiz tenta o passe longo e joga direto pela lateral. A torcida grita o nome de Neymar
47' Termina o primeiro tempo!
Com gols de Fred e Neymar, o Brasil vai vencendo a Espanha por 2 a 0. Fred e Oscar ainda perderam ótimas chances. David Luiz salvou na linha
A Espanha já voltou do intervalo e tem mudança: Azpilicueta no lugar de Arbeloa
1' Começa o segundo tempo!
2'
GOL DO BRASIL!!! Hulk toca para Neymar, o atacante deixa passar e Fred bate de primeira, colocado, para ampliar
3' Os gritos de "o campeão voltou" tomam conta do estádio. E Paulinho é advertido verbalmente pelo árbitro após cometer falta
4' Xavi cobra falta na área, a zaga rebate, a bola volta para a área e Sergio Ramos cabeceia fraco. Julio Cesar defende
5' Neymar arranca pela esquerda, encara a marcação de Piqué e se atrapalha. Em seguida, Marcelo cruza rasteiro e Azpilicueta corta para lateral
6'
Outra alteração na Espanha: sai Mata, entra Jesús Navas
7' Neymar arranca no contra-ataque e toca com Fred, que devolve muito na frente e facilita o corte de Sergio Ramos
8' PÊNALTI PARA A ESPANHA!!! Navas é derrubado por Marcelo na área e o juiz marca a penalidade
9' PARA FORA!!! Sergio Ramos vai para a cobrança e chuta para fora, à direita do gol
10' Hulk enfia na área para Oscar, mas o auxiliar levanta a bandeira flagrando impedimento do camisa 11
11' David Luiz lança Neymar no contragolpe, mas Piqué consegue fazer o bote certo e sai jogando
12' Em trama pela esquerda, Iniesta recebe de Pedro e chuta rasteiro do bico da área. Julio Cesar segura firme
13' QUE PERIGO!!! Neymar lança Hulk, o atacante tenta por cobertura e Casillas abafa o chute. Em seguida, Jordi Alba faz o corte de cabeça
14'
Na Espanha, Villa entra no lugar de Fernando Torres
15' Como Felipão gosta, David Luiz tira duas bolas seguidas com um chutão para frente
16' Thiago Silva tenta o passe longo para Hulk e joga direto pela lateral. A torcida continua fazendo muito barulho
17' Paulinho faz o lançamento para Neymar, mas Sergio Ramos se estica todo para fazer o corte no meio do caminho
18' Perdeu! Em boa troca de passes do Brasil, Neymar enfia na área para Marcelo e o lateral, ao invés do cruzamento, prefere o chute e erra
19' Neymar faz linda tabela com Fred e tenta o passe na área para Hulk. A zaga corta
20' Iniesta abre na esquerda para Pedro e o atacante cruza rasteiro para Villa, que não alcança. Julio Cesar fica com a bola
21' Pelo lado direito da área, Navas limpa o lance e chuta forte, sem direção. Julio Cesar só observa
22'
Neymar puxa o contra-ataque para o Brasil e é derrubado de carrinho por Piqué, próximo da área. Cartão vermelho
23' Piqué deixa o campo aos gritos de "Shakira". Falta muito perigosa
24' Na cobrança, Neymar chuta colocado e a bola passa um pouco acima do travessão
25' Navas recebe na ponta esquerda, mas é travado por Luiz Gustavo no momento do cruzamento
26' Perdeu! Iniesta levanta na área, Villa domina e toca para Sergio Ramos, que chuta muito mal
27'
No Brasil, Hulk deixa o campo para a entrada de Jadson. O atacante é muito aplaudido
28' Neymar puxa outro contra-ataque e sofre falta de Pedro. O espanhol reclama da marcação do juiz
29' Xavi tenta o lançamento na direita para Navas, porém Marcelo chega primeiro para fazer o corte de cabeça. Lateral para a Espanha
30' Jadson inverte o jogo com Daniel Alves e o lateral cruza rasteiro de primeira. Fred tenta o chute, mas é travado
31' Neymar encontra Daniel Alves livre pela direita e o lateral faz o passe na área para Jadson. O bandeira aponta impedimento
32' Neymar faz bela jogada pelo meio e dispara livre para entrar na área. Contudo, a zaga espanhola consegue se recuperar no lance
33'
Neymar tenta tabela com Fred, mas a defesa espanhola consegue recuperar. E o camisa 9 é substituído por Jô
34' O atacante tricolor deixou o campo ovacionado pela torcida. E Julio Cesar salva o Brasil em chute de Pedro na grande área
35' Cobrança de escanteio na área brasileira e Sergio Ramos cabeceia sem perigo. Julio Cesar não tem pressa para fazer a cobrança de tiro de meta
36' Pedro tenta puxar o contra-ataque em velocidade, mas é desarmado por Paulinho
37' QUASE!!! Jô desce em velocidade, tem a opção do passe, mas prefere o chute rasteiro. Casillas espalma e a zaga alivia
38' Neymar tenta a enfiada de bola para Marcelo, mas o passe sai muito forte. Casillas agradece
39' Xavi cobra escanteio da direita e Jô, de cabeça, faz o corte. O Brasil tenta sair no contra-ataque
40' JULIO CESAR!!! Jesús Navas avança pela direita e inverte o jogo com Villa, que domina na área e bate cruzado. O goleiro faz outra defesaça
41'
Terceira e última modificação no Brasil: Hernanes no lugar de Paulinho
42' Iniesta segura a bola na ponta esquerda até sofrer falta de Jadson. A Espanha prefere a cobrança curta para trabalhar a bola
43' Jesús Navas busca a linha de fundo e cruza nas mãos de Julio Cesar. Com gritos de "olé", o Brasil vai tocando a bola
44' A torcida solta o grito de campeão antes mesmo do apito final. E Thiago Silva chama a galera
45' Neymar dribla Busquets no meio-campo e sofre falta. O Brasil vai trocando passes curtos
46' Jô erra passe na defesa, mas conserta o lance e recupera a bola
47' Termina o jogo. O Brasil é campeão!
Com gols de Fred, duas vezes, e Neymar, o Brasil vence a Espanha por 3 a 0 e conquista o tetracampeonato da Copa das Confederações
Muita comemoração dos jogadores e da torcida. É o terceiro título consecutivo do Brasil na Copa das Confederações: 2005, 2009 e 2013
Enquanto os brasileiros comemoram, Neymar vai do outro lado cumprimentar os adversários e futuros companheiros de Barcelona

Opinião

Confira mais blogs do UOL Esporte

Ficha do Jogo

Copa das Confederações - 2013

30/06/2013, 19h00

Estádio:

Maracanã

Arbitragem:

Bjorn Kuipers
  • Público Presente:

    73.531 pessoas

Gols:

Brasil Espanha
  • Fred
  • Neymar
  • Fred

Cartões:

Brasil Espanha
  • Arbeloa
  • Sergio Ramos
  • Piqué

Em destaque

Copa do Mundo



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos